Data driven marketing: construindo uma estratégia de Marketing para provedores baseada em dados e com foco do cliente

Data driven marketing: construindo uma estratégia de Marketing para provedores baseada em dados e com foco do cliente

por Viviane Goulart | 18.07.17 | em Análise de Dados e Estratégia

Você sabe a diferença entre trabalhar com o foco do cliente e foco no cliente? Não? O que muda não é apenas a morfologia das palavras. Os termos se referem a uma nova forma de conduzir um negócio. Gerenciar um provedor com foco no cliente se refere apenas em colocá-lo  em primeiro plano no planejamento estratégico, enquanto uma gestão com o foco do cliente significa entender as suas necessidades reais e direcionar as tomadas de decisão para atender essas aspirações. Trabalhar com o foco do cliente pode tornar o provedor mais competitivo e aumentar (e muito!) a aquisição de usuários. Além disso, mapear essas dores geram dados que, quando bem analisados, podem tornar a gestão mais precisa  e isso está intrinsecamente ligado ao data driven marketing.

Se você não está familiarizado com a rotina de uma empresa data driven, pode acessar o artigo: Você sabe o que é ser data driven? Entenda a importância de uma cultura voltada para dados. Nele você conhecerá as vantagens em trabalhar orientado por dados e como utilizá-los em sua estratégia. Mas se você já conhece o conceito, continue a leitura desse artigo e veja como otimizar os resultados do seu provedor por meio do data driven marketing.

O que é data driven marketing?

A definição parece até óbvia. Data driven marketing é orientar as ações de marketing por meio de dados. Empresas data driven coletam, analisam e tomam decisões com base nas informações armazenadas sobre os clientes. Assim, tanto a publicidade digital quanto a off-line devem ser conduzidas com o cliente no centro da estratégia, ou seja, com o foco do cliente.

Trabalhar de acordo com essa premissa gera mais engajamento e, quanto mais personalizadas forem as ações de marketing, maiores serão as chances de gerar mais vendas para o provedor. Além disso, o ROI é 100% mensurável e a gestão pode analisar o que deu e não deu certo para tomar decisões cada vez mais seguras.

Nesse sentido, o data driven marketing pode ser aplicado em provedores de diversas formas:

  • Ao utilizar dados sobre as características dos usuários e criar campanhas de marketing segmentadas de acordo com o perfil;
  • Ao analisar dados de campanhas de marketing e utilizá-los para otimizar as próprias campanhas;
  • Ao fazer pesquisa de mercado antes de escolher qual a melhor região para investir em expansão de rede;
  • Entre outros.

Data driven marketing e a individualização da experiência

Personalização da experiência tem sido a chave do sucesso para as empresas de diferentes segmentos, e o motivo é muito simples: todo mundo quer se sentir especial. Portanto, colocar o cliente no centro da estratégia faz com que a marca esteja mais conectada com o seu público-alvo, e isso tem um impacto muito positivo tanto na fidelização da base quanto na aquisição de novos clientes.

É importante lembrar que a personalização da experiência do usuário não é uma ferramenta, e sim uma estratégia. Uma pesquisa realizada com os profissionais de marketing nos Estados Unidos apontou que, 89% das empresas que trabalham com a individualização do conteúdo de seus sites e aplicativos, tiveram aumento na receita. E como tudo isso é possível? Devido ao uso inteligente dos dados, observando principalmente os sinais no comportamento de compra do consumidor.

Outro ponto importante é que a integração entre marketing e vendas deve ser cada vez maior para trabalhar com o foco do cliente. É preciso se atentar para não cair nessa “cilada” e acabar  anunciando o que a empresa quer vender, mas sim o que o cliente deseja comprar. Ao trabalhar dessa forma,  o marketing é quem orienta a empresa a chegar até o cliente.

Promover uma experiência consistente do usuário e surpreender os consumidores em todos os canais de comunicação, seja online ou offline, exige planejamento, execução minuciosa e monitoramento constante. Mas quem consegue criar uma experiência de consumo fundamentada pelo data driven marketing, certamente terá uma boa oportunidade de negócios, consquistará mais clientes e, consequentemente, otimizará os resultados das empresas.

E você, já pensou em colocar o cliente no centro da sua estratégia e investir no data driven marketing? Divida sua experiência conosco nos comentários!