Blog

Sete dicas para acertar na escolha do line up de tv por assinatura

Escolher um bom line up de TV por assinatura não é tarefa fácil. Porém, seguindo algumas dicas, provedores podem ter um line up que agrade ao cliente e que renda um bom faturamento extra

Pequenos provedores de internet estão cientes de que ampliar a gama de serviços prestados é um caminho para aumentar a lucratividade e fidelizar clientes. Obter do mesmo provedor serviços de telefonia, internet e um bom line up de TV por assinatura é uma facilidade para o cliente, que precisa recorrer a apenas um fornecedor para pagar as contas e obter suporte em caso de necessidade. O chamado combo é o presente e o futuro dos provedores, seguindo o caminho das grandes operadoras.

Segundo dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), o acesso a serviços de TV por assinatura aumentou 11,3% em 2013. O estudo levou em consideração o volume total de clientes (18,02 milhões) e a média de pessoas por domicílio (3,2, segundo último estudo do IBGE). O resultado mostra que este serviço chega hoje a 57,66 milhões de brasileiros – o equivalente a 35% da população.

Após a obtenção da licença SeAC (Serviço de Acesso Condicionado) e da escolha da tecnologia a ser oferecida – DTH, IPTV, MMDS etc., o provedor deve escolher seu line up, ou seja, a grade de canais que será liberada ao consumidor. Para tanto, algumas premissas são importantes:

1. Pesquise. Saiba o que o seu cliente quer. Pergunte ou até mesmo pague um instituto de pesquisa para avaliar o seu usuário. Avalie também sua concorrência; o que os clientes elogiam e o que acreditam ser pontos negativos dos demais serviços oferecidos.

2. Inicie com a oferta de um pacote básico com os canais mais requisitados, de acordo com sua pesquisa. Vá oferecendo novos canais aos poucos, de acordo com a demanda. É uma boa forma de testar a fidelização de seus clientes.

3. A maior procura na TV por assinatura é por pacotes intermediários. Oferte um pacote intermediário e dê a opção de assinatura de canais separadamente. Antes, claro, avalie a possibilidade e a margem de lucro. Lembre-se de que as programadoras cobram mensalmente pela disponibilidade dos canais.

4. Se o seu cliente não demanda um pacote top, não ofereça. Você precisará pagar pelos canais e terá poucos usuários mensais. Ofereça determinados canais de acordo com os pedidos de seus clientes.

5. Nunca se esqueça da infraestrutura, que tem que ser impecável. Não adianta oferecer um line up completo, porém com um sinal que cai o tempo todo. Preze pela base do seu serviço.

6. Não prometa o que não pode cumprir; nem dê um prazo para que um serviço ou um canal seja oferecido se você não tem isso claro. Também não anuncie canais de rádio como canais de TV, por exemplo, como fazem muitos provedores. Seja honesto sempre.

7. Esteja sempre em contato com o cliente. Customize o atendimento. Conheça seu usuário. Assim, ele será seu guia e esse relacionamento de demandas e ofertas estará alinhado.

Compartilhar:

3 comentários sobre "Sete dicas para acertar na escolha do line up de tv por assinatura"

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comparar Produtos ()