Blog

Tudo o que você deve saber antes de investir em triple play

 

Serviços triple play exigem investimento em rede, obtenção de licenças, além de uso da tecnologia adequada para que se torne um negócio vantajoso ao provedor

Ofertar serviços de valor agregado (SVA) é o objetivo de muitos provedores do mercado de telecomunicações. Entre as soluções disponíveis, a combinação de TV a cabo, internet e telefone surge como boa opção aos gestores. Nesse cenário, a Net foi a primeira empresa a tornar-se triple play no Brasil. De acordo com relato de Márcio Carvalho, diretor de produtos e serviços da Net, após a adoção, em dois anos foi possível dobrar a base de clientes de banda larga e ultrapassar a marca de 300 mil assinantes dos serviços de voz. “É por isso que, hoje, a oferta de serviços combinados é o carro-chefe da empresa”, revelou Carvalho à revista Home Theater, do UOL.

Pensando na tendência de mercado e, ao mesmo tempo, na possibilidade de o seu provedor obter bons resultados com o investimento em triple play, produzimos este post com três recomendações. Veja:

Investimento em rede

O investimento de uma rede de fibra óptica é o caminho mais indicado ao provedor que deseja tornar-se triple play, pelo fato de essa tecnologia apresentar o sinal mais constante de acordo com as condições climáticas. O mesmo não acontece em provedores que trabalham com TV via satélite ou DTH, que também possuem bandas menores. Uma boa rede é essencial porque dá suporte a serviços demandados pelos clientes. Assim, modelos de redes ópticas passivas como GEPON e GPON podem ser um bom caminho para que um provedor se firme como triple play.

Obtenção de licenças

Aqueles provedores que já possuem serviços de internet e telefonia, mas que desejam avançar na oferta de TV por assinatura, por exemplo, para, então, tornarem-se triple play, devem atentar à legislação. É de esperar que eles já possuam a licença SCM (Serviço de Comunicação Multimídia). No entanto, para a entrega dos três serviços ao consumidor, faz-se necessária outra licença: a SeAC (Serviço de Acesso Condicionado), voltada à contratação remunerada por assinantes e distribuição de conteúdos audiovisuais na forma de canais de gravação. Caso você deseja saber mais sobre essa resolução (número 581, de 26/03/2012), baixe gratuitamente nosso e-book  “Como obter SeAC para operações de TV por Assinatura”.

Uso de tecnologia adequada

Um sistema que oferece três ou mais funcionalidades exige soluções robustas de suporte. Em outras palavras, não é possível oferecer TV a cabo, internet e telefone aos seus clientes utilizando o rádio como base, por exemplo. O gestor do provedor que deseja alinhar-se à concorrência e oferecer mais opções aos consumidores deve optar por  tecnologias que garantam a entrega de um sinal de qualidade, estável e confiável. Neste caso, há duas possibilidades: o cabo coaxial e a fibra óptica. Ou seja, deve-se analisar o que o provedor de fato deseja oferecer, para então fazer a escolha de tecnologia ideal.

Possui dúvidas ou deseja compartilhar um relato? Deixe abaixo pelos comentários.

1 comentário sobre "Tudo o que você deve saber antes de investir em triple play"

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comparar Produtos ()