Blog

Banda larga em 2016: panorama e tendências

Um estudo da Akamai, empresa de serviços de internet sediada nos Estados Unidos, traçou um panorama mundial da banda larga no primeiro quadrimestre de 2016. A pesquisa reuniu dados dos quatro primeiros meses do ano e trouxe alguns insights sobre o tema – lembrando que foram pesquisadas as conexões via tecnologia IPv4, sem contar as incipientes conexões via IPv6. Vamos nos ater às informações de banda larga fixa.

Insights sobre a banda larga em 2016

Velocidade de conexão global

A média global de velocidade de conexão cresceu 12% em relação aos 4 meses anteriores. A Coreia do Sul continua a ter a maior média de velocidade de banda larga: 29Mbps, um aumento de 8,6% em relação ao último quadrimestre de 2015. Hong Kong, na China, foi a região que mais cresceu em velocidade: 19%. Novamente, os 10 países com maiores velocidades têm médias acima de 15Mbps, enquanto a Coreia do Sul é o único com velocidade acima de 25Mbps. A Líbia e o Iêmen são os únicos países com velocidade abaixo de 1Mbps: 0,7Mbps e 0.9Mbps, respectivamente.

Velocidade de conexão nas Américas

Nas Américas, os Estados Unidos continuam com a melhor média de velocidade de conexão, quase junto ao Canadá. A diferença de velocidade entre os países com maior e os com menor velocidade também aumentou: foi de 12,6Mbps para 13,4Mbps. No entanto, as mudanças entre o último quadrimestre de 2015 e o primeiro de 2016 foram para melhor. O Paraguai teve o maior ganho, com 36%, enquanto a Colômbia teve o menor: 4,3%. Todos os 15 países tiveram crescimento em termos anuais, ou seja, em relação ao primeiro quadrimestre de 2015, variando entre 5,7% na Colômbia e 60% na Bolívia. Onze deles possuem uma média de conexão de 4Mbps ou acima e apenas EUA e Canadá possuem médias acima dos 10Mbps.

Cuba, um país com internet extremamente restrita, está vendo uma mudança, uma vez que o Google reportou que está construindo um suporte para a entrada de banda larga no país. Já no Chile, um projeto do governo levou internet banda larga para a Ilha de Páscoa, com 6 mil habitantes.

Brasil

O Brasil foi um dos 10 países com maior crescimento de internet durante o ano: 0,4% (a França teve um crescimento de 4,2% e a Coreia do Sul, líder, 8,3%). Os Estados Unidos, por exemplo, tiveram um declínio de 8,1% (como a Akamai pesquisou as conexões IPv4, esse declínio pode ter se dado por mudanças de endereço IP ou adoção da tecnologia IPv6).

Esses números demonstram que a internet banda larga vem crescendo globalmente e possui um grande espaço de crescimento no Brasil. Encontre o seu nicho de mercado e contate-nos caso haja alguma dúvida sobre o segmento!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comparar Produtos ()