Blog

Projeto de Redes para Provedores: o que você precisa saber

Em um mercado cada vez mais concorrido, os provedores regionais precisam investir em inovação e qualidade do serviço para manterem-se competitivos. Quem trabalha na área sabe que os desafios são muitos para cumprir com excelência uma de suas principais missões: oferecer uma conexão de internet rápida, sem interferências e com baixa latência. A base para atingir esse objetivo é, sem dúvida, um projeto de redes bem estruturado.

Essa é uma das etapas mais importantes do trabalho de um provedor, mas também a que mais demanda tempo e planejamento. Por isso, deve ser executada com cuidado. Um projeto de rede de fibra óptica contém a posição de todos os elementos ativos e passivos, cabos e ferragens que compõem a rede, além de descrever os equipamentos utilizados e ilustrar todas as conexões das fibras nas caixas de emenda e atendimento.

Como montar um projeto de redes de sucesso

Antes de mostrarmos o passo a passo para montar um projeto de rede de excelência, vamos reforçar algumas das principais vantagens de realizar essa tarefa. São elas:

  • Permite entender melhor a área de atendimento, resultando em um serviço de mais qualidade e, consequentemente, na satisfação do cliente;
  • Uma documentação bem feita facilita a manutenção da rede e futuras expansões;
  • Possibilita dimensionar corretamente ativos e passivos;
  • Otimiza a capacidade dos ativos de rede;
  • Ajuda a ter informações completas de todas as conexões e emendas ópticas.

Para que um projeto tenha sucesso, várias etapas precisam ser cumpridas. O trabalho passa por uma pesquisa minuciosa para entender as especificidades da região em que o serviço será prestado e pela documentação detalhada, que ajuda a manutenção da rede e futuras expansões. Há ainda, outros aspectos que devem ser inseridos nessa lista.  

Veja abaixo nossas recomendações:

Estudo de campo

O primeiro passo é definir a área que o provedor deseja atender. Depois, marcar onde estão os clientes para ter uma ideia real da quantidade de assinantes. Determine a porcentagem da rua ou de casas em que prestará o serviço. Especificar os postes também é imprescindível. É a partir daí que o profissional poderá definir o traçado dos cabos e onde ficarão as caixas de emenda óptica e de terminação. As estruturas já existentes devem ser consideradas nesse processo.

Equipamentos

Além de indicar o caminho da fibra e conhecer a topologia do local, é essencial definir os equipamentos que serão usados na infraestrutura de rede. Não se esqueça de que é preciso respeitar as especificações técnicas de cada aparelho. Qualquer informação deve ser retirada dos manuais disponibilizados pelos fornecedores.

Diagrama óptico

Um projeto de rede de excelência deve contemplar o diagrama óptico, que nada mais é do que um mapa com todas as fusões e conexões da rede. Ele é importante porque reduz a possibilidade de falhas e interrupções no serviço e permite uma manutenção mais segura e precisa.  

Documentação

A documentação é a base de conhecimento para qualquer empresa de TI. Por isso, é fundamental detalhar todas as informações relativas ao projeto de redes durante a etapa de criação e mantê-las sempre atualizadas seja qual for a alteração (das mais simples às mais complexas). Essa é uma etapa que deve ser cumprida com muita atenção, pois a documentação vai orientar todas as manutenções de rede e inclusão de novos clientes.

Como usar o Google Earth para montar um pré-projeto

Uma maneira simples e eficiente de montar um pré-projeto de redes é utilizando o Google Earth. Se você costuma usar a ferramenta, sabe que ela oferece uma visão tridimensional do globo, sendo uma ótima aliada na fase de estudo de campo.

Veja como é fácil aproveitar essa solução:

  • Crie uma pasta com o nome do seu projeto (pode ser a cidade em que deseja atuar, por exemplo);
  • Crie subpastas, colocando informações como a localização dos clientes, a área do projeto, o local de saída do link e, caso existam, fibras e caixas;
  • Posicione os clientes;
  • Crie ícones com a quantidade de clientes por rua;
  • Posicione o link;
  • Por último, indique onde estão as caixas e fibras existentes.

Para salvar seu pré-projeto, é preciso clicar com o botão direito em cima da pasta principal e escolher o local onde ele ficará disponível. Caso tenha ficado alguma dúvida, assista o tutorial que fizemos sobre esse tema.   

Está pronto para fazer um projeto de redes bem estruturado? Se desejar mais informações sobre esse ou outros assuntos relacionados a provedores de internet, entre em contato conosco.  

1 comentário sobre "Projeto de Redes para Provedores: o que você precisa saber"

  • […] O melhor é que sua infraestrutura não demanda grandes construções. Com poucos cabos de fibra óptica, é possível chegar ao resultado desejado. E como essa tecnologia se popularizou, o custo de implantação vem caindo ao longo do tempo, tornando os projetos mais rentáveis. Um ponto importante para os provedores é antes de iniciar esse trabalho, fazer um projeto de rede. […]

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comparar Produtos ()