Blog

Equipamentos para provedores: a importância da interoperabilidade

Você sabe o que é interoperabilidade e qual é a importância de observá-la para escolher um fornecedor de equipamentos para provedores? Já adiantamos que esse é um fator que é fundamental levar em consideração ao adquirir novos equipamentos.

Para você entender melhor o que isso significa, explicamos tudo neste artigo. Vamos  tirar todas as suas dúvidas para ficar mais simples escolher os equipamentos do seu provedor. Confira!

O que significa interoperabilidade?

Interoperabilidade é a capacidade de um equipamento se comunicar e atuar com outro equipamento. Um produto é considerado interoperável quando é compatível e funciona em conjunto com outro equipamento, seja ele do mesmo fabricante ou não.

Qual é a importância de escolher equipamentos para provedores interoperáveis?

É importante contar com equipamentos para provedores interoperáveis para que você não tenha a preocupação de que eles não sejam compatíveis com demais produtos que o seu provedor já tenha ou que venha a precisar.

Por isso, antes de optar por determinado fornecedor, é preciso verificar se o equipamento se adequa à rede do seu provedor em relação ao uso de serviço e aos padrões. Porque não adianta você adquirir a melhor solução do mercado se ela não for compatível com os equipamentos que a sua empresa já possui.

Então, caso a sua empresa já tenha determinados equipamentos, antes de adquirir qualquer outro para operar em conjunto, confira com o fabricante se a solução permite interoperabilidade. Do contrário, os equipamentos não vão funcionar juntos.

É somente com esse cuidado que você vai garantir que os seus equipamentos vão funcionar com qualquer outro produto do mercado.

Equipamentos desbloqueados

Além de verificar se os equipamentos são interoperáveis, sempre prefira soluções desbloqueadas. Isso significa que você não vai ter que se prender a um único fabricante para adquirir todos os outros equipamentos que o seu provedor precisar. Até porque há fabricantes que não garantem interoperabilidade entre os seus equipamentos, por conta de tecnologias e configurações específicas.

Por exemplo, um equipamento que não é totalmente desbloqueado pode ser interoperável com determinado fabricante, mas não ser com outro. Isso pode limitar a sua atuação, caso precise fazer substituições de produtos em algum momento.

Na prática, não adianta você adquirir uma ONU da Cianet, por exemplo, que é desbloqueada, e tentar usá-la com uma OLT de outro fabricante que atue com produtos bloqueados.

No entanto, se os equipamentos forem todos desbloqueados, você não terá problemas em sua operação.

Na Cianet, todos os equipamentos para provedores são desbloqueados, ou seja, permitem interoperabilidade com produtos de quaisquer outros fabricantes, desde que esses equipamentos também sejam desbloqueados ou sejam interoperáveis com os nossos.

Entenda como funciona:

Equipamento Cianet + equipamento Cianet:

Equipamento Cianet + equipamento desbloqueado de outro fabricante:

Equipamento Cianet + equipamento interoperável com Cianet:

Equipamento Cianet + equipamento bloqueado de outro fabricante:

Quando as ONUs são desbloqueadas, significa que funcionam com todos os equipamentos do mercado. Mas há outras características que precisam ser analisadas.

A seguir, entenda melhor as especificidades de uma ONU.

O que significa operar em modo bridge ou modo router? 

A ONU (Optical Network Unit) permite que você conecte o seu assinante à sua OLT (Optical Line Terminal).

Quando você for adquirir uma ONU, observe que ela traz a informação sobre operação em modo bridge e modo router. O que isso quer dizer?

Modo bridge

No modo bridge, o equipamento funciona como uma ponte: joga o sinal para o roteador, conectando o assinante à internet e atribuindo ao computador um endereço IP.

Geralmente, esse modo é usado para expandir o sinal de internet em ambientes maiores, como uma alternativa para melhorar a qualidade da conexão. Isso permite que o cliente acesse softwares importantes que trafegam por meio dela, como impressoras.

Modo router

Já no modo router, o roteador tem nele mesmo o protocolo de rede que permite a conexão com o servidor (PPPoE). Ou seja, a ligação do roteador com o provedor. O equipamento obtém um endereço e controla o fluxo de dados para os computadores, atribuindo a eles IPs locais.

Esse modo possibilita maior segurança por contar com firewall interno. Como os computadores conectados recebem IPs locais, não ficam diretamente expostos na internet. Além disso, o equipamento faz a autenticação automaticamente, eliminando o processo de instalação e configuração de discadores.

É importante saber essas diferenças para escolher a opção mais adequada para o seu provedor.

Quais cuidados tomar na hora de escolher um fornecedor?

Como dissemos, antes de adquirir equipamentos para provedores de determinado fornecedor, é muito importante verificar se eles permitem interoperabilidade para garantir que vão ser compatíveis para operarem juntos.

É necessário lembrar também que essa informação de interoperabilidade precisa estar atualizada, uma vez que os produtos podem sofrer alterações conforme são lançadas novas versões.

Ou seja, pode acontecer de um equipamento adquirido há alguns anos ser compatível com outro e, depois de atualizado, deixar de ser. Então, atente-se para essa questão antes de fazer as aquisições para o seu provedor.

A Cianet possui extenso portfólio de equipamentos para provedores, todos interoperáveis entre si e desbloqueados para operarem com soluções de outros fabricantes. 

Se você tem outras dúvidas sobre como escolher o fornecedor ideal para os equipamentos do seu provedor, acesse o checklist a seguir e confira o que não pode faltar no seu parceiro:

Como não errar ao escolher seu fornecedor de produtos de fibra óptica

 

Compartilhar:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comparar Produtos ()