Blog

Cuidados que você deve ter ao manusear uma máquina de fusão

Uma máquina de fusão é indicada a provedores que trabalham com redes ópticas, e deve ser protegida da luz, umidade e poeira

Como o próprio nome indica, a fusão óptica é a união entre dois cabos de fibra óptica. Nesse processo, é necessário um equipamento denominado máquina de fusão óptica, ou apenas máquina de fusão, como o nosso segmento está mais familiarizado. Esse item, indispensável a um provedor, recebe as duas fibras a serem fundidas. No post de hoje, queremos dar algumas dicas no manuseio desse aparelho.

Antes de indicar alguns cuidados nesse processo, queremos explicar como ele acontece. Depois de feito um alinhamento entre as duas fibras ópticas, é disparado um arco voltaico, que faz com que haja a emenda. Em seguida, são realizados alguns testes a fim de verificar a atenuação da emenda e garantir que a fusão não se desfaça ao ser exercida certa tração. Por fim, deve ser colocada a capa protetora – ou tubete – sobre a emenda.

Em uma demanda cada vez maior por redes ópticas, uma máquina de fusão acaba tornando-se imprescindível a um provedor, principalmente àqueles que trabalham com redes GEPON/GPON. Afinal, será esse o equipamento mais utilizado no momento de implantar, manter e ampliar a arquitetura de rede. Isso acontece porque a melhor maneira de produzir as emendas de uma rede óptica é por meio de uma máquina com essa especificidade.

Também não se pode esquecer do custo no momento de fazer uma manutenção por rompimento de cabo. Normalmente, é cobrada uma taxa adicional de urgência. Portanto, se o provedor tiver a máquina de fusão, a manutenção pode ser feita por conta própria a custo e tempo reduzidos – reestabelecendo a rede dos assinantes de maneira mais ágil.

Conhecendo o procedimento, vamos às recomendações no uso da máquina de fusão:

  • Não deve ser manuseada em ambientes com alta umidade;
  • Optar sempre por utilizar a máquina em ambiente coberto, carro, van, tendas, etc. Caso não seja possível, é necessário proteger a parte interna do equipamento quanto à entrada de poeira e luminosidade externa excessiva;
  • Manter a máquina sempre limpa, tanto externamente, quanto internamente;
  • Evitar assoprar a parte interna da máquina para retirar alguma impureza. Para isso, deve ser utilizado um soprador.

Restou alguma dúvida ou deseja compartilhar o seu relato? Utilize o espaço abaixo dos comentários.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comparar Produtos ()