Blog

Conheça os padrões de mercado para fibras ópticas monomodo

Por Guilherme Pasini, Desenvolvedor de Produto da Cianet

As fibras ópticas podem ser multimodo ou monomodo. As multimodo não são muito utilizadas nos dias de hoje, mas sua indicação é principalmente para projetos de curta distância, enquanto em projetos de longa distância são utilizadas as fibras monomodo, pelas quais a luz possui apenas um modo de propagação no interior do núcleo, seguindo um único caminho. Isso permite uma menor dispersão do sinal e oferece uma largura de banda maior em projetos de rede. As fibras monomodo são utilizadas para a criação de redes externas de transmissão, distribuição e ​também ​de acesso​.​

Os padrões de fibras monomodo mais utilizados e disponíveis no mercado são os seguintes:

 

  • ITU-T G.652.A e B (SM – Single Mode)

    • Projetada para operar nos comprimentos de onda 1310nm e alta dispersão cromática na janela de 1550nm;

    • A fibra do tipo B é a mais utilizada no mundo;

    • Possui atenuação máxima de 0,35dB/Km em 1550nm.

 

  • ITU-T G.652.C e D (LWP – Low Water Peak)

    • Processo de fabricação que diminuiu (G.652.C) ou eliminou (G.652.D) a contaminação por íons de hidroxila;

    • Permite a utilização dos comprimentos de onda ao redor de 1400nm.

 

  • ITU-T G.653 (DS – Dispersion Shifted)

    • Fibra sem dispersão;

    • Com o crescimento da quantidade de comprimentos de onda, constatou-se que essa fibra sofria misturas de comprimentos de onda;

    • Uso restrito a sistemas WDM.

 

  • ITU-T G.655 (NZD – Non Zero Dispersion)

    • Dispersão baixa, mas não nula;

    • Núcleo da fibra reduzido para diminuir a dispersão cromática;

    • Redução impede o uso em sistemas com muitos comprimentos de onda.

 

  • ITU-T G.657 (BI – Bend Insensitive)

    • Fibra com baixa sensibilidade a curvatura, raio de curvatura mínimo de:

      • 10mm – G.657.A1

      • 7,5mm – G.657.A2 e G.657.B2

      • 5mm – G.657.B3

    • Modelos G.657.A1 e G.657.A2 compatíveis com a fibra G.652;

    • Utilizado em larga escala para instalação de redes drop.

 

Se você tiver alguma dúvida quanto ao uso desses padrões de fibras monomodo, comente abaixo que vamos ajudá-lo.

Compartilhar:

18 comentários sobre "Conheça os padrões de mercado para fibras ópticas monomodo"

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comparar Produtos ()