Blog

Boas práticas para uso de conversores de mídia em projetos

Equipamentos importantes em uma rede, os conversores de mídias requerem alguns cuidados para serem completamente eficazes

Conversores de mídia são responsáveis por converter, em uma rede, o sinal elétrico em óptico e vice-versa. São produtos consolidados há algum tempo no mercado. Existem, porém, uma série de cuidados que devemos ter para que possamos usá-los da forma mais eficiente possível.

Os conversores de mídia são indicados para conexões ponto-a-ponto (P2P) em rede óptica, fornecendo links a quilômetros de distância. O mais indicado é utilizar conversores WDM (Wavelength-division multiplexing), pois essa arquitetura permite que seja reservada uma fibra óptica (simplex) entre central e cliente, com o laser emissor dedicado a um único receptor (TX e RX).

Os conversores de mídia podem ser utilizados em rack, sendo possível concentrar vários equipamentos e permitindo, dessa forma, uma fonte única para alimentar tudo o que está conectado. Na outra ponta, o modelo seria de mesa.

Recomendações que devem ser levadas em consideração antes da aquisição do produto:

  • Tenho projeto executivo da rede? É necessário definir o orçamento de potência e realizar o projeto definindo o traçado da rede.
  • Qual é a distância (Km) para a qual desejo levar o link?
  • Qual a potência e a sensibilidade óptica do equipamento?
  • Qual o modelo de conector e polimento que o conversor aceita?
  • Preciso de conversor de mídia para fibra monomodo ou multimodo? Neste caso, deve-se ficar atento ao comprimento de onda que os mesmos trabalham:
  • – Fibra Monomodo – 1310nm e 1550nm – comprimento utilizado em redes de longas distâncias;
  • – Fibra Multimodo – 850nm e 1300nm – comprimento utilizado em redes de curtas distâncias.

Os conversores de mídia trabalham sempre em pares, portanto, é preciso adquirir modelos TX e RX, que geralmente são classificados em LXA e LXB.

  • Vou utilizar conversores de mídia simplex ou duplex?
  • Em qual ambiente irei armazenar o produto?
  • É preciso medir nível de sinal utilizando Power Meter para validação da rede?

Essa coleta de informações é muito importante para garantir que seja utilizado o máximo da eficiência dos conversores de mídia em um projeto de rede óptica. Seguindo essas dicas, a possibilidade de problemas na rede por conta dos conversores de mídia é quase nula.

Você tem ou teve dificuldades com conversores de mídia na sua rede óptica? Conte pra nós nos comentários.

16 comentários sobre "Boas práticas para uso de conversores de mídia em projetos"

  • luiz damascena disse:

    Bom dia,
    Gostaria de saber se existe uma fibra “mais” adequada para utilizar conversores WDM? Para um enlace menor que 1KM posso utilizar a fibra monomodo normalmente acoplado aos conversores de 20Km? E por último qual das tecnologias tem sido mais utilizadas ultimamente, com conversor WDM ou convencionais?
    Obrigado

    • Olá @luizdamascena:disqus! A única especificidade que você deve procurar em uma fibra ao trabalhar com WDM é que ela seja monomodo, qualquer tipo de fibra irá funcionar. Você deverá se atentar quando trabalhar com CWDM ou DWDM: nestes casos, para não haver perda da utilização de comprimentos de onda através do efeito de pico d’água, você deve optar por fibra no modelo G.652D. Para o uso comum, 1310, 1490 e 1550nm, uma G.652A ou B irá lhe atender perfeitamente.

  • […] e também as tecnologias disponíveis para a infraestrutura de rede, entre elas PON LAN, conversores de mídia e  fibra […]

  • Henrique Santos disse:

    Boa tarde.
    Consigo de um conversor (A) WDM, mandar para mais de um conversor (B) ?

    • Olá @disqus_rdz3f3BEik:disqus! Geralmente, os conversores de mídia trabalham em pares e possuem uma única saída de fibra. Porém, existem também modelos com duas saídas, o que permite fazer isso que você está falando. Lembrando que: conversores de mídia utilizam arquitetura de rede ponto a ponto e GEPON e GPON utilizam arquitetura de rede ponto-multiponto. Continue acompanhando nosso Blog! Até mais!

  • Luiz Gustavo Correia Veloza disse:

    Ola,,,, para usar conversores de midia e conectores rapidos de campo, posso usar qualquer fibra desde que seja monomodo se for do mesmo comprimento de onda….

    E quanto ao tamanho da fibra tem alguma especificacao para o conector ? ou so posso usar cabo drop nos conectores rapidos…??
    obrigado

    • Olá @luizgustavocorreiaveloza:disqus! Sim, qualquer fibra monomodo. Quanto ao tamanho da fibra, se você for utilizar conectores de campo, deve usar fibra drop. Caso opte por outra fibra como a AS, por exemplo, uma solução seria fazer uma fusão a uma extensão​​. Abraço!

  • William Fernandes disse:

    Posso utilizar conectores SC_APC no modelo CTS 600E?

  • Candinho X Juliana disse:

    pergunta posso usar eles assim tipo um conversor na central e no meio do caminho um conversor fazer emendas com swits uma rb e dar continuidade

  • Naicon Naicrolis disse:

    Olá,eu consigo transmitir dados em ptp usando uma fibra drop com 4,5 km usando dois conversores com gbik de 20km? Vai funcionar?

  • Wilbson Souza disse:

    olá bom dia,
    tenho uma duvida, gostaria de conectar minha casa com a internet de meu escritório, tem cerca de 850M, posso utilizar um cabo drop de 1Fo com conversores com mini Gbic?

  • CARLOS ADRIANO disse:

    POSSO FAZER UMA REDISTRIBUIÇÃO DE INTERNET APARTIR DE UMA FIBRA DE CLIENTE UTILIZANDO CONVERSORES DE MIDIA WDM E SWITCH DE GERENCIAMENTO?
    EXEMPLO USAR UM LINK 200 MB PARA DISTRIBUIR PARA 30 RESIDENCIAS DENTRO DE UM RESIDENCIAL, SEPARANDO POR 3 PONTOS DE DISTRIBUIÇÃO CADA PONTO COM 5 CONVERSORES E 1 SWITCH?

  • A distancia máxima recomendada para cabo DROP e de até 400m e em relação aos ativos o ideal seria comparar o investimento necessário para 30 conversores de mídia + 3 Switch e o investimento necessário para uma OLT e 30 ONUs. Acredito que por custo/beneficio uma rede P2MP seria a melhor opção.

  • Olá! Existe algum problema em utilizar um Conversor de Mídia que tenha 40km de capacidade em um enlace de aproximadamente 500metros? Existe algum problema relacionado à saturação no receptor ou algo do tipo?

    • Peterson Fontes disse:

      Se for o modelo de conversor de mídia da Cianet vai ser possível. A atenuação gerada por 500m de cabo e os 2 conectores que serão utilizados já vão ser o suficiente para não saturar o sinal.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comparar Produtos ()