Por que criar times e processos autogeridos

Por que criar times e processos autogeridos

por Viviane Goulart | 20.11.17 | em Gestão e boas práticas

Seu provedor de internet está pronto para criar um modelo com processos autogeridos? Esse tipo de iniciativa permite que a empresa crie um ambiente em que os colaboradores possam ter mais autonomia para fazer sua própria gestão de tempo e torne os processos mais fluidos. Neste modelo, algumas das decisões também são descentralizadas dos gestores para que o negócio consiga ganhar escalabilidade e performar melhor.

No livro Receita Previsível, os autores apontam que para responder a pergunta acima, é preciso primeiro fazer os seguintes questionamentos:

  • Como a equipe funcionaria se o gestor desaparecesse amanhã?
  • O que teria que acontecer para que a equipe melhorasse seus resultados, e não apenas continuasse produzindo no mesmo nível?

Essas são algumas das questões que precisam ser avaliadas pelos gestores, antes de implementar uma mudança de cultura na empresa. Nesse sentido, o ideal é que os provedores de internet estudem as melhores práticas de mercado para recriar e inovar a gestão de ISP.

Repensar o modelo de negócio, assim como adotar novas metodologias de gestão pode ser determinante para promover uma mudança na forma como os processos são realizados atualmente (como gera receita, como se relaciona com os clientes, como planeja as ações de marketing, etc). Quanto mais uma equipe consegue se  autogerir, mais o gestor pode focar no desenvolvimento daquilo que é importante,  e não só simplesmente urgente.

Criando times e processos autogeridos para o seu provedor de internet

O conceito de times e processos autogeridos vem ganhando força no ambiente corporativo pelo fato de possibilitar que as empresas abandonem o modelo de gestão tradicional. Ao invés de manter os gestores no comando das ações e na condução da equipe, as tarefas de rotina passam a ser micro-gerenciadas pelas próprias equipes, dando maior liberdade para que os colaboradores possam avaliar a melhor forma de realizar determinada atividade ou processo.

Equipes autogerenciadas são responsabilizadas pelo cumprimento de determinadas atividades e também por seus resultados. Com isso, a empresa consegue distribuir melhor as atividades internamente, estabelecer um fluxo de informação eficaz e promover uma interação maior entre os membros das equipes.

Tudo isso faz com que os funcionários e a empresa se tornem mais ágeis e competitivos no mercado. Isso porque, criar times e processos autogeridos muda a dinâmica da empresa, agilizando o processo decisório, dando responsabilidades e resultados reais a todos da equipe.

No entanto, antes de implementar esse modelo de gestão em toda a empresa, comece por um setor. Assim é possível verificar se o processo funciona na cultura já estabelecida. Ao avaliar os resultados desse primeiro teste, é possível envolver os times nesta ideia, para que todos possam obter mais controle sobre o próprio trabalho, e tornem-se autogeridos.

Para criar times e processos autogeridos, os provedores de internet precisam passar a promover o intraempreendedorismo e o espírito de inovação dentro da empresa. Dessa forma, todos os colaboradores conseguem visualizar claramente qual o seu papel e a melhor forma de conduzir os processos.

Quer adequar seu provedor de internet aos novos modelos de liderança para tornar sua equipe mais produtiva e alinhada com as organizações modernas?Continue acompanhando os conteúdos da Cianet e veja como expandir seu negócio.