Marketing em provedores: como torná-lo ainda mais estratégico para o negócio

Marketing em provedores: como torná-lo ainda mais estratégico para o negócio

por Viviane Goulart | 14.12.16 | em Marketing e Vendas

Escrito por Viviane Goulart, Gerente de Marketing na Cianet.

Você conseguiu montar o seu provedor, obter todas as licenças, comprar equipamentos, implantar toda a infraestrutura de serviços necessária e agora precisa vender seus serviços. Como realizar essa segunda fase do processo? A resposta é bem simples: através de um marketing em provedores eficiente! Isso porque a profissionalização dos pequenos e médios provedores, além de ser fundamental para que os ISPs possam concorrer com as grandes operadoras, passam pelo departamento de marketing.

O setor não deve ser encarado como um centro de custos, mas como uma área estratégia para a empresa. Neste post, vamos mostrar como montar uma equipe de marketing em provedores para planejar ações levando em conta as necessidades e os desafios dos ISPs. Confira abaixo!

Marketing em provedores na prática

Em princípio, é importante definir os recursos da empresa e os objetivos a serem atingidos. Pequenas empresas (e isso inclui provedores) geralmente mantêm um orçamento bem apertado e vê-se muitas delas com apenas uma pessoa atuando nessa área. Por isso, definir um número de colaboradores para atuar no marketing em provedores é irreal se a empresa não tiver condições de manter a estrutura.

O planejamento estratégico da empresa deve estar bem consolidado, para que o marketing esteja alinhado com os objetivos do negócio. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o marketing não se trata somente de publicidade, mas de diversas outras atividades estratégicas que podem trazer informações importantes para as tomadas de decisão dos gestores.

Abaixo, elencamos algumas atividades da área, comuns na maioria das empresas, e como ela pode ser aplicada no seu provedor:

Pesquisa de mercado e comportamento do consumidor

Se você conhecer o mercado em que atua e dominar a sua região de atendimento, certamente você sairá na frente de muita gente. Dados sobre potencial de clientes, dados de concorrentes características demográficas e sociais já embasam um bom estudo de mercado. Além disso, é imprescindível conhecer seus clientes e como cada um deles se comporta, por isso, a dica é segmentar. Seu público se divide em clientes residenciais e corporativos? A maioria são jovens solteiros ou famílias? Como cada segmento se comporta e o quanto de internet cada um deles demanda? Qual deles representa mais faturamento para a sua empresa? Uma simples pesquisa de perfil de cliente pode responder a essas perguntas e lhe ajudar a ter insights para criar seus pacotes de serviços, por exemplo. Para saber mais, leia o artigo Como os provedores podem utilizar o marketing digital para identificar o cliente ideal.

Inteligência de marketing

Para realizar as pesquisas citadas acima e monitorar todos esses dados, é interessante ter um profissional de inteligência de mercado, ou inteligência de marketing. Ele será o responsável por tratar todos os dados importantes para o seu negócio, realizar pesquisas, monitorar concorrência e cruzar informações com o objetivo de  tirar insights que ajudarão os gestores nas tomadas de decisão, ou seja, terá um papel essencial no marketing em provedores.

Marketing digital

Em um mundo cada vez mais conectado, o chamado marketing digital vem ganhando destaque em organizações de qualquer porte. Basicamente, o marketing digital consiste em ações de comunicação feitas através da internet e outros meios digitais com o intuito de promover marcas e produtos. Essa vertente do marketing permite você se comunicar com seu público de forma personalizada e direta, muitas vezes mais barata do que outras formas de promoção, como propagandas na televisão ou no rádio. Quer entender a importância do marketing digital para provedores de internet? Faça download do eBook produzido em parceria com a empresa Resultados Digitais.

lateral-do-blog_E-book-RD

Gestão de preços

“Preço” é um dos famosos 4P´s do marketing e pode ser o seu principal diferencial perante a concorrência. Um profissional de marketing em provedores que conheça o mercado e suas oscilações, a concorrência e também os seus serviços contribuirá efetivamente para a gestão de preços na sua empresa. Com esse conhecimento e em conjunto com outro profissional da área financeira, ele ajudará na definição dos preços dos serviços levando em conta também outros fatores como impostos, margens de lucro desejadas, entre outros.

Gestão de vendas

O alinhamento entre as áreas de marketing e vendas pode ser poderoso para o seu negócio. Estas duas equipes precisam trabalhar juntas e cientes dos objetivos da sua empresa. O feedback da área comercial para o marketing pode trazer insights poderosos para criação de campanhas, combos de serviços, ofertas exclusivas, novas ações de relacionamento, entre outros. Já o marketing pode ir muito além de criar campanhas publicitárias. Esse setor pode pensar junto à estratégia de vendas, como elaborar um plano de comunicação, criação de argumentos de venda para a equipe, entre outros.

Gestão da marca - Branding

Cuidar da sua marca também é muito importante. Uma identidade visual bem elaborada transmite ao cliente qual o propósito da sua empresa e que imagem ela quer passar. É possível aplicar a sua logomarca em materiais gráficos, em seu site, páginas em redes sociais, carro da empresa, uniforme da equipe técnica, entre outros. Em todos esses lugares, porém, ela deve estar cuidadosamente aplicada.

Além da logomarca, o branding transmite a essência da sua empresa, ou seja, o propósito da sua existência. Desde o site até o tom de voz e o atendimento da sua equipe com os clientes, tudo isso transmite qual o seu posicionamento e qual imagem você deseja passar para os clientes e o mercado.

Relacionamento com o mercado - Comunicação

De nada adianta você ter o melhor serviço se não souber comunicá-los ao mercado. Criar canais de comunicação e estar presente onde seus clientes estão é essencial. Por isso, invista em uma página no Facebook ou Instagram, mantenha seu site atualizado e crie novos pontos de contato com a sua marca. Aqui no blog, já publicamos algumas dicas para os provedores melhorar os seus serviços de internet , atingir mais pessoas e fidelizar clientes.

No entanto, algumas vezes, poucos profissionais (ou até mesmo um só, como comentamos anteriormente) assumem todas essas funções. É importante saber quais são prioritárias, de acordo sempre com o planejamento estratégico, e contratar pessoal de acordo com a demanda. Muitas delas podem ser feitas sem grandes gastos ou contratações.

Também é necessário lidar com o mix de marketing, ou os 4Ps: produto, preço, praça (distribuição) e promoção (comunicação), elaborando assim uma estratégia que reflita a melhor proposta de valor para os consumidores de seu mercado-alvo.

Dicas para montar sua equipe de marketing em provedores

Algumas dicas para montar a sua equipe inicial:

  • Definir um planejamento estratégico, antes de mais nada.
  • A partir do planejamento estratégico, definir um plano de marketing em curto, médio e longo prazos.
  • Definir, a partir daí, quantas pessoas serão necessárias na equipe, de acordo com o planejamento e orçamento para tal.
  • Definir muito bem as funções de cada profissional e criar metas para cada um.
  • Mensurar ao longo do tempo a execução das metas e a necessidade de contratação de mais profissionais (ou mesmo de “enxugar” o departamento).

Essas são algumas dicas, mas, claro que cada departamento de marketing em provedores terá suas próprias características, de acordo com o negócio. Não existe uma fórmula mágica para essa gestão, mas as boas práticas citadas acima certamente lhe ajudarão a montar uma equipe eficiente e que traga ótimos resultados para o seu negócio.

Ficou alguma dúvida sobre marketing em provedores? Entre em contato conosco nos comentários.