Indicadores de vendas para acompanhar em seu provedor de internet

Indicadores de vendas para acompanhar em seu provedor de internet

por Daniele Fagundes | 15.08.17 | em Marketing e Vendas

Há quem compare uma empresa com uma grande máquina cheia de engrenagens que se comunicam entre si para garantir o funcionamento pleno e, assim, gerar bons resultados. Existem ainda especialistas que preferem fazer analogia das corporações com o corpo humano, de forma que cada setor atuaria como um sistema vital. No artigo Coração da empresa, o autor Tom Coelho coloca o departamento comercial no centro desse “organismo vivo”, pois quando essa área é forte, conta com indicadores de vendas bem definidos e tem profissionais qualificados e motivados, é capaz de promover o crescimento sustentável de uma empresa.

É claro que a equipe de vendas  não trabalha sozinha. Aqui mesmo no blog, já falamos da importância do alinhamento entre marketing e vendas para o provedor alcançar os pilares do sucesso. Além disso, também publicamos algumas dicas para que a gestão consiga estipular metas de vendas claras para instigar seus colaboradores a baterem as metas de vendas.

Uma prática utilizada por 40% das empresas de diferentes segmentos para bater metas e engajar colaboradores é a gamificação. Esse fluxo de trabalho visa gerar objetivos e metas e, quando o colaborador atingi-la, é recompensado. Para que a estratégia dê certo no setor comercial, é preciso ter regras transparentes, estabelecer indicadores de vendas claros e alinhar o objetivo do jogo com as regras da empresa.

Mas como estabelecer esses indicadores de vendas? Quais são as mais importantes? Quais metas entre os vários indicadores que existem no ramo podem gerar mais resultados para os provedores regionais? Continue a leitura do post, conheça alguns indicadores e analise qual deles se adequa mais à realidade da sua empresa.

Confira 7 indicadores de vendas para o seu provedor

Metas de vendas

As metas de vendas devem ser muito claras e alinhadas com o planejamento estratégico dos provedores. Esse alinhamento é essencial para que a gestão tenha uma visão clara de onde está e onde quer chegar. Para tanto, é necessário analisar e fornecer um feedback constante para a sua equipe comercial. Afinal, como os vendedores vão se engajar nos resultados se não estiverem muito claros para eles? No entanto, é preciso ter em mente também que essas metas precisam ser atingíveis. Trabalhando com essa premissa, os profissionais de vendas podem focar em fechar novos negócios e estar de acordo com o planejamento do provedor.

Ticket médio

O ticket médio é um dos indicadores de vendas mais importantes de uma empresa. É esse dado que mostra a performance do provedor para o mercado e também diz muito sobre seu faturamento. Em resumo, o ticket médio nada mais é do que o gasto médio por contrato. Conhecer a fundo esses números permite que a gestão possa oferecer novos produtos e promoções, como por exemplo: descontos progressivos, combos de serviços, entre outras.

Número de leads

Os leads são os clientes potenciais, ou seja, aquelas pessoas que estão interessadas em seus produtos e serviços, mas ainda não foram convertidas em clientes. Uma boa prática para elevar esse indicador de vendas é investir em estratégias de marketing digital e acompanhar com acuracidade o funil de vendas. Para saber mais, acesse o ebook gratuito: Como provedores podem gerar mais vendas com Marketing Digital.

marketing digital para provedores

Número de leads qualificados

Qualificar os leads com eficácia é o primeiro passo para aumentar a taxa de conversão. Mas para que esse fluxo de trabalho funcione é necessário que as áreas de marketing e vendas trabalhem juntas na construção do funil de vendas. Ou seja, o marketing trabalha a nutrição do potencial cliente por meio de e-mail marketing para que o prospect saia do estágio de descoberta, passe pela consideração e é entregue para o setor de vendas na fase da decisão de compra. Assim, o vendedor pode fazer uma oferta direcionada e com boas possibilidades de fechamento de negócio.

Taxa de conversão

A taxa de conversão avalia a eficiência da equipe, afinal é por meio desses indicadores de vendas que é possível descobrir quantas oportunidades geradas foram de fato convertidas em negócios. Além disso, esse indicador também pode ser utilizado para testar novas estratégias de conversão. Para chegar a esse número, basta dividir o número de pedidos pelo de oportunidades geradas, multiplicar por 100 e descobrir o valor percentual.

CAC

O Custo de Aquisição de Clientes (CAC) nada mais é do que o valor gasto por cliente. Ou seja, para chegar no valor é necessário contabilizar todo o recurso empregado para chegar neste cliente, desde o budget de marketing, passando pelo custo de pré-venda até o fechamento da compra. Feito isso, basta dividir o valor total pelo número de novos clientes.

Esse também é um dos indicadores de vendas mais decisivos, já que analisa a quantia investida em casa cliente. Se o CAC for maior do que o Ticket Médio, por exemplo, significa que o provedor está gastando mais na aquisição de clientes do que os clientes em compras.

Número de negócios fechados

Quantificar o número de negócios fechados em determinado período é importante para estabelecer as metas de vendas e verificar se o planejamento está saindo como previsto. Quando esse dado é analisado junto a informações como o ticket médio, por exemplo, é possível ter uma visão mais geral da produtividade da equipe de vendas.

Agora que vou você conhece esses sete indicadores de vendas para analisar o desempenho do departamento de vendas do seu provedor, clique aqui e acesse o ebook gratuito: como se tornar um provedor de sucesso com pouco investimento.