Como usar os dados de clientes pode ajudar os provedores a vender mais?

Como usar os dados de clientes pode ajudar os provedores a vender mais?

por Mariana Forlin | 02.02.17 | em Análise de Dados e Estratégia

Uma pesquisa divulgada pela Accenture consultoria mostrou que até 2020 haverá mais de 50 bilhões de dispositivos conectados no mundo. Todos eles com o objetivo de coletar, analisar e compartilhar informações. Esse número representa mais de 44 trilhões de gigabytes de dados gerados por meio de curtidas nas redes sociais, stream de videos, check-in em estabelecimentos, entre outros. O estudo apontou ainda que 92% dos entrevistados que utilizam dados de clientes em sua estratégia de vendas estão satisfeitos com seus resultados.

Inclusive, nós já mostramos aqui no blog que conhecer o seu público pode gerar muitas oportunidades para os provedores de serviço de internet, como criar campanhas de marketing mais segmentadas e alinhar com eficácia os departamentos de marketing e comercial. Além disso, também explicamos que analisar a técnica de venda e publicidade do concorrente pode colocar a sua empresa na lista dos melhores provedores de internet.

Trabalhar com os dados de clientes e concorrentes faz parte de uma estratégia chamada Data-driven sales, que nada mais é do que impulsionar as vendas por meio de dados. Essas informações podem ser obtidas por meio de banco de dados públicos, mas também existem algumas empresas especializadas em levantar dados, tanto dos consumidores quanto dos concorrentes.

Entre as vantagens do Data-driven sales podemos destacar: tomadas de decisão assertivas, vendedores com técnicas de vendas mais eficazes e maior conversão no funil de vendas.

No post de hoje, confira como utilizar os dados dos clientes para amplificar os resultados do seu provedor de internet e se prepare para colher os frutos de uma estratégia de venda mais direcionada.

3 motivos para utilizar dados de clientes na estratégia de vendas

Promoção da marca na internet

Como eram realizadas as ações de marketing antes da explosão das redes sociais? Televisão? Rádio? Flyer? A estratégia sempre dependeu do porte da empresa, mas a dificuldade ao medir o retorno do investimento sempre existiu. Isso porque, além do obstáculo de analisar quantas pessoas assistiram ao comercial ou pegaram o panfleto, nunca foi possível medir o marketing boca a boca que atuava no meio desse processo.

As indicações feitas por amigos quase sempre geram bons resultados para as empresas. E se você pudesse identificar os clientes que recomendariam o seu provedor para vizinhos e colegas de trabalho? Isso é possível ao analisar os dados de clientes de forma eficaz.

E como isso é feito? Por meio do monitoramento, análise e processamento das informações disponíveis nas redes sociais, é possível segmentar o público, identificar esse cliente e criar estratégias de comunicação para que ele se torne um verdadeiro promotor da sua marca.

Identificação de oportunidades

Avaliar os dados de clientes que estão na base do seu próprio provedor de internet pode gerar insights que os concorrentes ainda não tiveram. Hábito de consumo de banda, geolocalização, faixa etária, sites acessados, horas de acesso nas redes sociais ou visualização de vídeos. Dentro desse mundo de informações, podem morar várias oportunidades de negócio, cabe à gestão implementar uma cultura organizacional que insira a coleta e análise de dados como ponto central para as decisões.

Se você ainda tem dúvida nisso, leia esta pesquisa realizada pela Forbes. O estudo apontou que decisões de vendas baseadas em dados melhoram o ROI em até 20%.

Controle de qualidade mais eficiente

Uma das reclamações constantes dos consumidores de banda larga no país é o atendimento via call center e a demora para executar reparos técnicos. Uma boa prática é coletar os dados de clientes que fazem reclamações para não apenas controlar a qualidade do serviço prestado pelo seu provedor, mas também desenvolver formas mais eficazes para solucionar os problemas que ocorrem com mais frequência.

Além disso, ao cruzar as várias menções ao seu provedor nas redes sociais, você consegue também encontrar o ponto fraco do seu negócio e trabalhar nele para oferecer sempre o melhor serviço para seus clientes.

E você, está pronto para incluir a análise de dados de clientes na estratégia de vendas do seu provedor? Divida a sua opinião conosco nos comentários!